top of page
Smoke roxo

Brilhante como Halley, Estrelados levanta o caneco dourado

Atualizado: 25 de jun.

Estrelados mostra na final que sempre foi cometa, nunca Estrela cadente e atropela TCU

FINALÍSSIMA! O jogo mais importante de todos, sonho de todos os atletas, anseio de toda família. Chegar aqui não foi fácil para nenhuma das duas equipes, muitas reviravoltas, muitas lesões, muito suor até a partida. 


TCU lutou contra a ADPF e o tempo para conseguir chegar, se reinventou e fez bonito na semi para carimbar sua vaga na final, sofrido, mas gostosinho.  


O Estrelados teve menos trabalho por sua eficiência mesmo, desde que marcou seu primeiro ponto na competição, não perdeu mais. Enfrentou o líder e sapecou três neles para também carimbar sua vaga na final. 


Pra ser campeão, dois destaques do torneio entravam em campo, Brunno e Saulo, um de cada lado, brigavam pela medalha dourada e eram motivos de atenção do adversário.


No primeiro jogo entre as equipes, na segunda rodada, vitória da Seleção TCU por 4 x 2. A vingança do Estrelados seria coroada com o título ainda. 


BORA pro jogo: 

  

PRIMEIRO TEMPO:


O jogo começou com muita pressão do Estrelados, o time, depois que encontrou seu ritmo, seguiu e atropelou todos que entraram na frente. A seleção, vendo o crescimento do adversário, parecia estar mais recuada e não ameaçava como de costume! 


LOOOOOOOOOOG DO ESTRELADOS! Cruzamento na área do TCU, Paulo Junior tentou cortar e colocou pra dentro da meta! No primeiro jogo teve gol contra, na final também! Que infelicidade do defensor, não tinha jeito pior de jogar uma final! Jogar atrás do placar já era difícil, com gol contra piorava tudo! Estrelados 1 x 0 TCU.


Isânio, sabendo da responsabilidade, chamava a responsabilidade do jogo e participava de quase todas as jogadas da equipe, a bola precisava passar por ele, porque a marcação dobrada em cima dele dava espaço ao seu time chegar.

 

Após algumas chegadas sem perigo, GOOOOOOOL DO TCU! Isânio tabelou com Mohamed, recebeu dentro da área e tirou de Abadio! O empate veio pelos pés do artilheiro da competição! Estrelados 1 x 1 TCU.




Com um solzinho quente, os times faziam várias mudanças para não perderem o ritmo de jogo. Ítalo, vendo que assumir a função de técnico deu bom, nem de uniforme estava na partida. Assumiu o Guardiola, camisa e calça mesmo e comandou seus companheiros. 


Gogo, um dos destaques, estava quase enfartando fora de campo e doido pra jogar. Infelizmente pra ele, na rodada passada, a lesão foi mais forte e o tirou do jogo, uma tristeza sem tamanho. Ficamos até compadecidos com o jogador. 


Golaço aço! GOOOOOOOL DO ESTRELADOS! Miguel recebeu boa bola de Brunno, com muita categoria, ele colocou para Carvalhão chegar mandando um balaço pro gol! Sem chances pro goleiro! Estrelados 2 x 1 TCU.



A equipe do TCU estava com o taco sem giz, a defesa, por algumas vezes, comprometia a jogada ou quase colocava o time em risco por conta do chute que espirrava e ia pro lado contrário. 

  

SEGUNDO TEMPO:


Mais um contra! GOOOOOOOL DO ESTRELADOS! Antônio cruzou na área, Manoel sozinho fez um golaço! Mas o primeiro tempo já tinha acabado e ele fazia gol do outro lado! Dois gols contra do TCU! ESTRELADOS 3 X 1 TCU.


Com o placar em vantagem, Ítalo aproveitou para dar tempo para os que jogaram menos também. Danzmann que ficou boa parte do campeonato machucado entrou, mostrou ser ousado e, como estava voltando de lesão, tentou um velotrol de efeito. Uma criança na torcida falou que fazia melhor kkkkkkkk.



Mesmo com o placar com boa vantagem, Ítalo não aceitava jogo mole do time e queria mais gols. Quem mostrasse o mínimo cansaço saía. Em boa jogada do time, Brunno recebeu de frente e mandou no cantinho para boa defesa do goleiro, tinha caminho essa bola. Quase acertou a casa do Stuart Little!



Carvalhão estava ON FIRE! GOOOOOOOL DO ESTRELADOS! Com o time atrás do placar, TCU deixava muito espaço e, no contra-ataque, o centroavante, mais uma vez, fez um belo gol! Mais um chutaço! A mão do Estrelados já estava na taça, só precisavam levantar! Estrelados 4 x 1 TCU.



A TCU ainda tentou manter aquele 1% de esperança se mantendo no ataque. Bola dentro da área, Bruno foi tirar e resvalou no braço. Pra muitos mão colada, mas quem mandava era o juiz. Na cobrança, GOOOOOOOL DO TCU! Isânio colocou a mão no troféu... de artilheiro! Porque o gol foi mais mostrando a honra da equipe.



FIM DE JOGO:


ERA CAMPEÃO!!!!!! Ressurgindo das cinzas, Estrelados mostrou que favoritismo não ganhava jogo e conquistou o título vencendo o líder e o vice líder da competição. Uma reviravolta daquelas pra ser contada por muito tempo. Pra muitos uma zebra, pro técnico Italo, aquela frase "eu avisei!". No final aproveitamos e falamos com ele sobre o jogo: 



Falamos também com o artilheiro meio alegre Isânio:



Por último o segredo do time, Carvalhão, que guardou toda sua qualidade e sorte para final:




Árbitro: Marco Antônio, nota 7

28 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page