top of page
Smoke roxo

Veloz como um jato, Adeboleiros atropela ADPF sem piedade

Atualizado: 25 de jun.

Time da casa se recupera do jogo passando com vitória forte contra adversário ao título

É isso, meus caros. Última rodada da primeira fase. O torneio de seleções chegou à última curva para reta final. Com times na disputa e nenhuma posição confirmada, ADPF-APCDF e Adeboleiros se enfrentaram pela liderança. Com duas campanhas excelentes, as duas equipes tinham chance de terminar com vantagem e enfrentar o quarto colocado (teoricamente o mais fraco!).


Adeboleiros começou como um foguete sem freio, conheceu na rodada passada o sabor da derrota, com certeza não gostou e entrou em campo para voltar a luz e terminar a fase no topo como começou. Pra isso o time contava com um ataque eficaz com doze bolas na rede, maior da competição e o faro de gols de Saulo, artilheiro da equipe na competição com três gols.


Do outro lado, ADPF-APCF, única equipe sem saber o que era perder. O time tinha a melhor defesa com média de um golzinho sofrido por jogo e, como principais marcadores, Magro e Marco dividiam os louros de principal marcador. Melhor ataque x melhor defesa.


Vamos ver como foi essa disputa:


PRIMEIRO TEMPO:


Começou e GOOOOOOOL DO ADEBOLEIROS! Sadi começou on fire! O meia recebeu na direita, a marcação estava longe, ai ele ajeitou e tirou do goleiro. ADPF não teve nem tempo de entrar no jogo, a bola já estufou a rede! Adeboleiros 1 x 0 ADPF.


Os dois brigavam pela liderança, o que esperávamos? Gol! E não teve um apenas! O empate não demorou a chegar! GOOOOOOOL DA ADPF! Rafael deixou Pedro livre pela direita, ele ajeitou e fez! Adeboleiros 1 x 1 ADPF.



Com menos de dez minutos de jogo, os dois times tinham criado uma chance e acertado. Os dois times mostravam o motivo de estarem já classificados e brigando pelo topo da competição. Adeboleiros começou melhor, mas sem dar tempo de crescerem no jogo, ADPF igualou.


Pedro estava muito bem na partida! Recebeu uma e guardou, depois recebeu mais duas iguais, mas não conseguiu ter a mesma eficácia e mandou pelo lado passando muito perto do gol de Julião. Adeboleiros tinha dificuldades em marcar pelo lado esquerdo dando bastante espaço para Pedro finalizar sem pressão.



ADPF melhorou consideravelmente e colocava a pressão em Julião. O time azul criava mais e jogava mais perto do guarda redes. Em duas jogadas, Rafael quase virou. Em uma ele girou e, mesmo com Faleiro livre, tentou e mandou por cima de canhota. Em uma outra jogada "sem querer", a bola sobrou para Rafael de frente para o goleiro. Ele pegou mais forte que o desejado e acabou mandando por cima.




Gilberto começou no banco, mas mostrou que foi apenas para rodar os companheiros. Quando entrou quase fez um daqueles gols memoráveis. Passou por três adversários, tabelou pra receber na frente, mas no chute a defesa conseguiu evitar o gol.


Lambança meus queridos... GOOOOOOOL DO ADEBOLEIROS! Rocha recebeu uma bola na fogueira, Scania que tinha acabado de entrar atropelou ele e deixou na boa para Sadi passar do goleiro e por sua equipe novamente na frente! Adeboleiros 2 x 1 ADPF.


Chama o SAMU! Índio recebeu dentro da área, tentou a jogada de efeito dando um chapéu no adversário e se lesionou. O feitiço ricocheteou e acertou o atacante, o retirando de campo.


Jogaram água no Pedro! O fogo futebolístico do início deu aquela confiança para o craque. Chamou a responsa na falta, chutou pro gol e mandou pra lateral quase acertando o companheiro.




SEGUNDO TEMPO:


ADPF, em boa parte do jogo, estava melhor, mas o Adeboleiros não desperdiçou as poucas chances. Era chance, gol. Eficiência podia ser quase a principal característica do time.


Magro por duas vezes mandou chute rasteiro bem perto do gol de Julião, o gol aparecia, mas não tava maduro pra cair do pé. Adeboleiros, com o placar a frente, acabou se acuando na defesa deixando o time em apuros do empate. Em outra boa jogada do time azul claro, a bola desviou na defesa e acertou o travessão.



Com a pressão do adversário e noite bela pro jogo, brilhou a estrela do Adeboleiros. GOOOOOOOL DO ADEBOLEIROS! Fabrício pegou o rebote e chutou com muita pouca força, Amâncio caiu com confiança para pegar, mas não pegou! Adeboleiros 3 x 1 ADPF.



O Placar adverso mandou o time da ADPF pro ataque e pra toda ação tínhamos uma reação. A defesa virou uma peneira e, como na partida anterior, o pequeno Ismael quase fez de cabeça.



A ADPF, por grande parte do jogo, esteve melhor, colocando pressão no adversário, mas o time estava limitado com apenas dois jogadores no banco, enquanto o Adeboleiros tinha mais de um time no banco. Na idade dos jogadores, correr o jogo todo, mesmo à noite, limitava a equipe em chegar ao gol depois de um tempo.


Mais um! GOOOOOOOL DO ADEBOLEIROS! Crossfit mostrou o motivo do apelido e, perto do final da partida, deu um pique, colocando pra Saulo dentro da área aumentar! Adeboleiros 4 x 1 ADPF.



E o juiz estava pronto para apitar o final do jogo e Saulo, artilheiro do time, fez mais um! GOOOOOOOL DO ADEBOLEIROS! GOLAÇO! Saulo arriscou de longe e Amâncio não chegou! Gol e fim de jogo! Adeboleiros 5 x 1 ADPF.



FIM DE JOGO:


Em bom jogo pela liderança, Adeboleiros foi soberano na finalização e conquistou o trono tomado pela TCU. Vantagem em jogar contra o quarto colocado. Pra ADPF o confronto já estava definido, a perigosa equipe da TCU. No final, falamos com o quase craque do jogo, Saulo, sobre a partida e a classificação:



Falamos também com Pedro que, como um cometa, pegou fogo, fez gol, mas apagou e quase acertou seu companheiro:



E por último o craque do jogo falou sobre a classificação e os gols na partida:



Assista ao gols da sexta rodada:



Árbitro: Marco Antônio, nota 8

0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page